Buscar

Mulheres que nos inspiram!


Nesse dia tão especial que é o 08/03, resolvemos falar um pouquinho mais sobre algumas das muitas mulheres de destaque em nossa tão amada atividade. É claro que em uma pequena lista não conseguiremos representar todas as contribuições femininas no mundo do mergulho, mas esperamos que sirva como um ponto de partida para que você possa conhecer um pouco mais da história e atuação dessas mulheres incríveis.



Dra. Sylvia Earle

Nossa primeira inspiração é a Dra. Sylvia Earle, bióloga marinha, exploradora, palestrante e autora de mais de 150 publicações e documentários. Foi a primeira mulher nomeada cientista chefe da NOAA, exploradora-residente da National Geographic Society, título dos mais prestigiosos conferidos pela centenária sociedade de pesquisas e homenageada pela Time Magazine como a primeira “Heroína pelo planeta” em 1998. A Dra. Sylvia Earle dedicou sua vida à exploração e pesquisa marinha, em 1970 liderou a primeira equipe de mulheres aquanautas da história (Projeto Tektite). Hoje atua como uma das mais importantes vozes em defesa dos ambientes marinhos. Seu projeto recente, Mission Blue, é um grande sucesso e vem contribuindo de maneira muito incisiva para conservação e recuperação dos ambientes marinhos de nosso planeta!


Dottie Frazier

Uma das primeiras mulheres a realizar o Mergulho SCUBA e também mergulhos com escafandro. Dottie não seguiu o padrão da época e desafiou uma sociedade que reservava para as mulheres empregos como o de secretária. Dottie tentou realizar faculdade de secretariado por alguns meses, contudo sua ideia de paraíso estava voltada para uma vida no mar e para as atividades de pesca. É amplamente reconhecida como a primeira mulher instrutora de mergulho e também por ser a primeira mulher dona de um dive shop chamado de Penguin.


Penguin - Dottie Frazier Dive Shop


Simone Melchior Cousteau 

Simone Melchior Cousteau

A primeira mulher a realizar um mergulho com o equipamento Aqualung (primeiro mergulho SCUBA). Conhecida entre a tripulação do famoso navio de exploração Calypso como “La Bergère” (A pastora) pois no navio desempenhava as funções de enfermeira, psiquiatra e observadora de baleias.

A Madame Cousteau foi essencial na invenção do equipamento Aqualung e no financiamento das viagens exploratórias do Calypso. Jean Michel Cousteal, filho de Simone e Jaques Cousteau, frequentemente dizia: “Ela era a real capitã do Calypso e passava mais tempo no navio que eu e meu pai juntos.”