Buscar

Acrobatas de Noronha

Atualizado: 29 de mar.

Fernando de Noronha abriga a mais bela coleção de praias do litoral brasileiro, considerado patrimônio mundial da UNESCO o arquipélago é formado por 21 ilhas, ilhotas e rochedos. A interação com a natureza local é impressionante. Noronha se destaca principalmente pela exuberante vida marinha, e é um dos principais locais para mergulho no país.

Com sua encantadora água limpa e cristalina proporcionadas por correntes que vem da África, a visibilidade pode chegar a 50 metros entre os meses de setembro e outubro, mostrando sua diversidade de vida com mais de 200 espécies de peixes e outros animais. O mais famoso entre eles é o golfinho-rotador (Stenella longirostris).


Essa espécie de golfinho é abundante na imensidão azul, vive em águas oceânicas tropicais no Atlântico, Pacífico e Índico, mas apesar disso não é facilmente avistada, não costuma se aproximar da costa. No Brasil, há registro da ocorrência dessa espécie desde o Arquipélago de São Pedro e São Paulo até o Rio Grande do Sul, com destaque para o Arquipélago de Fernando de Noronha. De acordo com hipóteses dos pesquisadores, os rotadores de Noronha vivem na Cadeia de Montanhas Submarina de Fernando de Noronha.

Os grupos de golfinhos rotadores buscam nas águas calmas e transparentes da ilha de Noronha, um local tranquilo para descansar. Normalmente, eles chegam logo após o nascer do sol, depois de passarem a madrugada se alimentando em alto mar, e à tarde eles voltam para a área de alimentação para caçar. Os golfinhos também utilizam o arquipélago para se reproduzir, cuidar dos filhotes e buscar refúgios de seus predadores.

Em média podemos observar em Fernando de Noronha mais de 300 golfinhos-rotadores em 94% dos dias do ano! Sua observação é encorajada na Baia dos Golfinhos, onde os turistas podem contemplar esses lindos mamíferos a uma distância segura para todos, inclusive para eles. Eles também são avistados na Baía de Santo Antônio e na Enseada entre ilhas.



Os golfinhos rotadores são conhecidos pelas suas acrobacias e comportamentos aéreos, eles ‘saltam’ da água e torcem o corpo, podendo dar até 7 giros em torno no próprio corpo antes de caírem novamente na água. Os pesquisadores do projeto ‘Golfinho Rotador’ afirmam que o espetáculo de saltos tem a função de comunicação; essa espécie apresentam um complexo comportamento social com diversos sistemas de comunicação; o sistema de comunicação aéreo é composto por diversos padrões de saltos e batidas com partes do corpo na superfície do mar, que produzem turbulências características quando o golfinho reentra na água.



Eles possuem hábitos sociáveis com agrupamentos de tamanho e constituição que podem variar de 3 a mais de 2 mil indivíduos. Na estrutura social dos rotadores de Noronha inexiste a figura paterna, os laços familiares são formados pela relação mãe-filha(o) e irmã(o)-irmã(o).

Apresentam comportamentos diferenciados durante a cópula, a fêmea pode ser cortejada por até 10 machos ao mesmo tempo, o macho mais próximo se posiciona embaixo dela e copula e esse procedimento é repetido sucessivamente pelos machos; esses golfinhos possuem uma estratégia reprodutiva de forma polígama. Na estrutura familiar dos rotadores, os machos atuam de forma coletiva na proteção da fêmeas e dos filhotes.

Após a gestação de 10 meses, as fêmeas dão à luz a um único filho, o qual irão cuidar pelos próximos 2 anos. Durante a amamentação, o filhote se posiciona na lateral da mãe e dão pequenas batidas com a ponta do focinho na fenda mamária, local onde o leite é expelido.


Os jovens realizam um jogo que além de diversão também serve para melhorar suas técnicas. Esse jogo consiste em pegar uma alga solta no mar com uma nadadeira e tentar conduzir ela pelo maior tempo possível, quando a alga escapa, outro golfinho tenta pegá-la e faz a condução. Demostrando habilidades, inteligência e socialização.

Os machos adultos são responsáveis pelas atividades de segurança do grupo. São extremamente inteligentes e despistam as embarcações, enquanto as fêmeas e jovens nadam por baixo para um lado, os machos se exibem e levam as embarcações para o lado oposto. Também organizam os agrupamentos para deslocamento por meio das atividades aéreas.

Fernando de Noronha é extremamente importante para essa espécie. O Projeto Golfinho Rotador, com a finalidade de proteção dessa espécie, é um dos maiores projetos com golfinhos do mundo e pode ser visitado na ilha. Sua principal missão é a conservação e pesquisa dos golfinhos de Noronha por meio de pesquisa da história natural dos rotadores através de observação e contagem do Mirante dos Golfinhos e do Forte Nossa Senhora dos Remédios, mergulhos livres, foto e vídeo, identificação, bioacústica e caracterização genética, além a atuação com educação ambiental nas escolas de Noronha.

Quer presenciar o show desses acrobatas em seu ambiente natural com exuberância de beleza?

Do dia 03 ao dia 10 de Outubro a Tatauga Dive levará você para uma experiência incrível em Noronha, com muitos mergulhos, muita paisagem bonita e diversão garantida!


Consulte nossos pacotes e faça já sua reserva!


https://www.tataugadive.com.br/noronha







Referências bibliográficas:


Projeto Golfinho Rotador. Disponível em: https://golfinhorotador.org.br/


ICMBIO. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/1750-projeto-golfinho-rotador-celebra-21-anos


National Geographic. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=I4Q1a1UzVBY


Blue Planet - British nature documentary series created and produced by the BBC.


Wikipédia. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Golfinho-rotador









16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo